Quando o S.A.C. funciona…

14 fev

Há pouco menos de 1 mês, passei muita raiva depois de comprar uma caixa com 10 saquinhos de chá “Doce-Forma”, da marca “Dr. Oetker”.

No dia 24/01 fiz uma recamação no Serviço de Atendimento ao Consumidor (S.A.C) da marca, chamado “Canal Aberto – Dr. Oetker” e… Minha reclamação foi atendida!

Abaixo, a minha reclamação, feita por e-mail  (canalaberto@oetker.com.br):

“Prezados Srs.

Venho por meio deste registrar reclamação com relação ao “Chá Misto Doce Forma – Dr. Oetker”.

Comprei uma caixinha com 15 saquinhos do referido chá no dia 18/01/2013 […], e desde que tentei bebê-lo deparei-me com uma situação um tanto desagradável. Dos 10 saquinhos que tentei preparar, 06 deles vieram ABERTOS, ou seja, 60% deles vieram com o seu conteúdo vazando. Ressalto que os saquinhos de plástico que envolvem os saquinhos de chá propriamente ditos não estavam violados. Sendo assim, ao abrir o plástico, o conteúdo do saquinho simplesmente se espalha pelo chão, mesa, xícara, etc, arruinando toda a experiência de beber o chá, isso sem contar nos riscos de contaminação do produto.

Não se trata de problema de validade, uma vez que é o Lote L313 T01, com data de validade até 02/05/2014, o que me leva a crer, infelizmente, que se trata de um problema de controle de qualidade da Dr. Oetker.
[…]
Aguardo, sinceramente, uma comunicação / explicação […].

A seguir, a resposta da Dr Oetker, no dia 29/01/2013:

“Olá, Ana!

Agradecemos o envio de seu e-mail.

Referente a reclamação do Chá Misto Doce Forma Dr. Oetker, pedimos desculpas pelo ocorrido, por ora julgamos que se trate de um eventual desvio de qualidade inerente ao processo industrial, desta forma, solicitamos que nos informe seu telefone, nome e endereço completo (inclusive o CEP) para darmos continuidade à ocorrência.

A reposição do produto será feita posterior ao envio das informações completas e registro da ocorrência.

[…]

Permanecemos à disposição.”

Respondi com as informações solicitadas e, no último dia 08/02 recebi uma caixinha da Dr. Oetker em casa, pelo correio, contendo mais uma caixa do Chá Misto Doce Forma, e de quebra, um chá de Abacaxi com Hortelã.

DSC_0002

DSC_0003

E fica a dica: não importa o defeito, o produto, o valor. Sempre procure o canal de atendimento do fabricante para registrar reclamações! É a única forma de evitarmos maiores danos e educarmos o mercado a tratar bem os consumidores.

Viva o Código de Defesa do Consumidor, e as empresas que o levam a sério!

Obrigada Dr. Oetker, pelo bom atendimento de seu “Canal Aberto”.

Ana Letícia
@analeticia

(Texto e fotos: Ana Letícia)

Dica amiga: passo-a-passo para recuperar maquiagem quebrada!

24 mar

Quem nunca abriu a bolsa depois de uma viagem e se deparou com aquele blush maravilhoso todo quebrado e esfarelado?

Amigas, isso já aconteceu comigo, com maquiagens das mais caras às mais baratas. Dá vontade de chorar, não é mesmo?

Pois então. Há tempos pesquisei sobre como poderia recuperar minha maquiagem quebrada. E não é que descobri um jeitinho? Abaixo compartilho o passo-a-passo ilustrado, é muito simples e (quase) não faz bagunça.

Você vai precisar de:
– maquiagem quebrada;
– álcool líquido;
– recipiente liso, limpo e seco;
– papel toalha;
– espátula;
– moeda ou copo ou vidro de conserva (LIMPOS) para fazer pressão (depende do tamanho da embalagem da maquiagem quebrada).
DSC_0246

Antes de tudo, arrume uma superfície lisa e limpa, e forre-a com um pano limpo ou papel. Neste link podemos ver como o blush mosaico da NYX era, e abaixo, o estado em que ficou, após a quebra. (Imagens fortes.)

DSC_0243
DSC_0244

A primeira coisa a fazer é remover da embalagem todos os pedaços da maquiagem, despejando tudo num recipiente liso (o meu é de porcelana), bem limpo e seco.
Limpe com o álcool e o papel toalha a embalagem da maquiagem, para não deixar nenhum resíduo. Seque bem e reserve.

DSC_0248
Pegue o recipiente com os pedaços da maquiagem e despeje GOTAS de álcool líquido.

DSC_0249

Com a espátula, vá misturando. Aos poucos, goteje mais álcool. A mistura não deve ficar muito úmida, muito menos líquida. Procure ir fazendo tudo com calma e aos poucos. Note que ao misturar a maquiagem com o álcool, ela vai se tornando uma pasta bem dura, a textura lembra argila quase seca. A impressão que dá é que ela vai absorvendo todas as partículas de pó solto no recipiente, tornando uma massa única.

DSC_0250
DSC_0251
Com a ajuda da espátula, transfira a massa para a embalagem da maquiagem.

DSC_0252

Pegue o papel toalha e dobre 01 ou 02 folhas, de forma que o papel fique bem espesso. (Se ao invés do papel toalha preferir utilizar um paninho limpo e fino, pule esta etapa.)

Pressione a massa da maquiagem com a ajuda do fundo do copo, por cima do papel toalha. No meu caso, utilizei a tampa de um vidro de conserva vazio. Cuidado para não pressionar demais e quebrar a embalagem da sua maquiagem!

DSC_0253

O tamanho da embalagem da maquiagem é que determina o tamanho do objeto para fazer pressão. Mas se for uma sombra unitária, por exemplo, pode-se desinfetar uma moeda (do mesmo tamanho ou um pouco menor) para pressionar. Este passo também pode ser feito com a ajuda do fundo de uma colher, com a própria espátula, enfim, qualquer objeto resistente e liso.

DSC_0255

Note que à medida em que o papel é pressionado, a umidade vai sendo absorvida por ele. Repita esta operação, mudando o papel/pano de lugar, quantas vezes achar necessário, ou até que o papel (ou pano) saiam quase secos.

DSC_0256

A partir daí, sua maquiagem já está quase pronta, pois ela ainda estará muito úmida. Sendo assim, deixe-a secando o máximo possível. Dependendo do clima, até mais de 01 dia inteiro.

DSC_0257

É óbvio que a sua maquiagem que possuía mosaico ou outros desenhos, após quebrada e recuperada com o passo-a-passo acima, o desenho irá se perder totalmente. No entanto, o resultado das cores misturadas se mantém, e o que importa é poder utilizar seu blush rico novamente, certo?

Já testei com bronzer, blush e sombras, e sempre deu certo.

DSC_0258

Mãos à obra?

Ana Letícia.
@analeticia

(Texto e fotos: Ana Letícia.)

Dica amiga: Ópera e Ballet no cinema!

11 mar


Para quem curte Ópera ou Ballet, imagine poder assistir uma das maiores companhias e orquestras do mundo, na sua cidade?

A companhia Royal Opera House de Londres está com uma temporada imperdível no Cinemark, com muita ópera e dois espetáculos maravilhosos de Ballet: Giselle e Romeu&Julieta. Curtiu? Pois eu também!

Hoje fui assistir Giselle, mas ainda dá tempo, pois haverá outro espetáculo nesta semana. O Romeu&Julieta será ao vivo, pensa só? (Pena que o horário não é lá muito bom…)

A produção está impecável, inclusive com críticos e conhecedores da arte comentando no início e no intervalo. A orquestra é um show, e o Ballet está de babar! O legal de se assistir no cinema são os sons, os detalhes do figurino, a expressão dos artistas, as gotas de suor, tem até cenas dos bastidores. Como a peça foi filmada num espetáculo ao vivo, o público te contagia e a vontade é de aplaudir junto.

O melhor de tudo é que se pode comprar o ingresso sem sair de casa, pelo site do Cinemark.

Boa diversão!

Ana Letícia.
@analeticia

(Foto e vídeo: Cinemark. Texto: Ana Letícia.)

Compras: Escova sem sair de casa

31 jan

Rotating Air Brush, by ConairAcontece que minha mãe resolveu comprar um secador de cabelos novo. O que ela possui é antigo, pesadão, e não tem aquelas funções de emissão de íons, placas de cerâmica, e tudo mais. Minha mãe possui MUITO cabelo e tem extrema dificuldade em secá-lo sozinha. Fazer escova por si só em casa, com o velho tijolo secador, se tornou inviável de uns tempos pra cá, e ela passou a frequentar o salão de beleza no mínimo 1 vez por semana para escovar e passar chapinha.

Só que ninguém tem mina de dinheiro em casa, ir ao salão é cansativo, caro, demanda logística de horário, local, estacionamento…

Então fomos juntas escolher um novo secador, de preferência mais leve e que tivesse os tais íons a fim de evitar o frizz, para tornar a tarefa da minha mãe mais fácil. Gostamos de um modelo tradicional em uma loja, mas resolvemos pesquisar o preço e tentar uma pexinxa, como boas mineiras. A última loja a entrarmos foi a Polishop do BH Shopping. Fomos atendidas por um vendedor simpático que nos deixou testar todos os ítens disponíveis na loja. Além de atencioso, ele sabia explicar tecnicamente sobre o funcionamento de cada produto (ao contrário dos vendedores das outras lojas de eletro que visitamos).

Admito que, há bem pouco tempo, eu tinha pré-conceito negativo sobre os produtos vendidos pela Polishop, não pela qualidade dos mesmos (pois até ontem eu não tinha experimentado qualquer um deles e, sendo assim, não saberia dizer se são bons ou ruins), mas única e exclusivamente por não gostar dos comerciais de TV veiculados pela loja. =(

Mas a questão não é essa, voltemos ao foco. Acabou que nos encantamos pela tal escova rotativa (Rotating Air Brush) da marca Conair, que nos foi apresentada pelo vendedor. (Até me lembrei que um dia desses ouvi alguém dizendo que tinha comprado a tal e que esta tinha mudado a vida “cabelística” depois dela, que era uma maravilha, que não precisava mais ir ao salão de beleza para fazer escova no picumã, etc e tal.)

O fato é que testamos e ADORAMOS! O produto é multifuncional, pois além de poder ser usada somente como secador, ela ainda escova, alisa e modela. Solta os tais íons e tem placas de cerâmica. Ou seja: sucesso total! Acabamos trazendo pra casa e já estou até pensando em comprar uma só pra mim.

Se você não acredita, veja os vídeos abaixo, que catei no youtube:


Dicas sobre como usar: para a função da escova, é bom secar um pouco o cabelo antes, para retirar o excesso de água. O cabelo tem que estar quase (porém não totalmente) seco. Para isso, é só usar o produto somente como secador (ou seja, com a escova desacoplada).

A função rotativa exige um pouquinho de prática. No início dá um pouco de medo de enroscar tudo, mas é só apertar o botão para girar no sentido contrário que o rolo se desfaz. Não notei que tenha arrancado muitos fios (no meu caso), e a escovação deu muuuuito brilho e modelou os cachos de forma bem bonita!

Sendo assim, recomendo que nas primeiras vezes em que for usar, reserve um período de tempo mais longo (creio que entre 1 a 2 horas são mais que suficientes). Mas é claro que isso tudo depende do seu cabelo e da sua facilidade para mexer com escova/secador. Eu tenho certa prática e meu cabelo é fino e levemente ondulado, com o comprimento médio. Com poucos minutos consegui manusear legal. Já a minha mãe, que tem muito cabelo e muita dificuldade de manuseio, apanhou um pouco no início. (Mas hoje ela testou novamente, para dar uma escovada antes de ir ao trabalho, e o seu desempenho já foi bem melhor.)

O secador não é dos mais potentes – 900 watts (contra 1900 w dos secadores top de linha atuais). Mas ele esquenta bastante e, por isso, achei bem rápido o processo de secagem com ele, tanto no cabelo da minha mãe quanto no meu.

Além da escova giratória, vem um pente alisador para acoplar ao secador (que para mim não funcionou muito bem porque eu ainda não descobri como ele funciona, hehe).

O único ponto contra é o preço. O modelo que compramos nem é mais vendido nos Estados Unidos. Pesquisei no site do fabricante e apenas encontrei um outro modelo (que não vem com o pente alisador, somente com a escova giratória). Mesmo assim, lá nos EUA ele custa US$ 69.00 (aproximadamente R$ 140,00). A Polishop é a única que vende o produto no Brasil e cobra R$ 359,86, mais que o dobro do preço.

Maiores informações:

Produto: ESCOVA ROTATING AIR BRUSH
Marca: CONAIR
Onde comprar: Polishop (pela internet, telefone, ou nas lojas físicas).
Preço: Por R$ 359,86 (ou 12X de R$ 29,99)

(O que eu ganho com isso? NADA, nem é essa a intenção. Mas compartilhar dicas de produtos bons e que cumprem o que prometem é sempre legal!)

Ana Letícia.
@analeticia

(Foto: Polishop. Texto: Ana Letícia.)

Para degustar: San Telmo Café

24 jan

Vira e mexe subo a serra e me escondo, bem aconchegada, nos braços de Teresópolis-RJ. A cidade é histórica e tem diversos atrativos, entre eles a famosa Feirinha do Alto e o Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Mas essas e outras coisitas sobre a cidade ficarão para outro post.

Hoje falarei sobre um dos meus lugares prediletos em toda a cidade. Trata-se do Café San Telmo, cafeteria com nome argentino, bem no centro de Terê, ao lado da Igreja Matriz de Santa Tereza e sua praça convidativa, com direito a coreto e mesinhas onde se joga damas.

Puxando este gancho, sim, pode-se dizer que a cidade tem um clima bucólico, muito embora possua uma grande população jovem flutuante, em razão da universidade ali instalada. Dependendo do bairro em que se está, tem-se a sensação de que Teresópolis parou no tempo.

E ao se adentrar o Café San Telmo, o tempo simplesmente parece parar. As mesinhas e poltronas parecem pedir para serem ocupadas e nunca mais deixadas. Ali se pode ouvir LP’s excelentes, e até comprá-los. Para ler um livro ou uma revista, é só acender o abajour vintage, estrategicamente localizado. Uma enorme cristaleira exibe coleções de café e utensílios. Até os talheres são antiguidades de prata, muitas vezes diferentes entre si.

No San Telmo se vende jóias de prata e pedras brasileiras, e ainda, magnetos com a temática vintage. A decoração é um caso a parte, com seus lustres antigos e móveis de antiquário. Dá vontade de morar lá! Até o banheiro ganha contornos interessantes (no feminino, a pia está apoiada sobre uma antiga máquina de costura pintada de vermelho). Isso sem contar com o corredor inteirinho decorado com espelhos em molduras diferentes e inusitadas, e as caixas de charutos que servem de recipientes para a conta.

Ah é, na cafeteria também serve… café! E não é qualquer cafezinho não. É um legítimo espresso (sim, com S), feito com grãos selecionados que também é vendido por lá.  O proprietário entende do assunto e sempre está presente, ajudando a atender os clientes e explicar a origem das coisas da cafeteria.

Meus pedidos de sempre, além do espresso tradicional: espresso curto (estilo italiano) e affogatto (espresso servido sobre uma bola de sorvete de creme). Além do café, estão disponíveis outros acepipes, como croissants, muffins, brownies, entre outros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Maiores informações:
Café San Telmo – Praça Baltazar da Silveira, 124 – Várzea – Teresópolis/RJ.
Horário de funcionamento: Segunda a Sexta de 09:00 às 21:00, Sábado de 09:00 às 21:00, Domingo de 09:00 às 21:00.
http://www.guiatere.com/teresopolis/rj/1176/cafe-san-telmo—centro.html

Ana Letícia
@analeticia

(Fotos e texto: Ana Letícia.)

Feliz Natal

24 dez

20111224-110141.jpg

Ana Letícia
@analeticia

O poder da maquiagem

23 dez poder_maquiagem

Tem homem que não entende o porquê de algumas mulheres sentirem necessidade de usar maquiagem…

Aí que esta imagem me chegou via Facebook

… Sem mais!

Ana Letícia
@analeticia

Para degustar: Daniel Briand

22 dez

O lugar já tem nome metido a francês, fica numa esquina charmosa, com direito a quintal com passarinhos cantando, mesas embaixo de árvores, decoração que mistura o rústico com o sofisticado, e a comida é tudo de bom. Tinha como não amar?

Assim é o Café Daniel Briand, na 104 Norte. Sorvetes, macarons, profiteroles, galettes, quiches, croissants, brioches, tartes, além de chás importados e um excelente café espresso, é ir pra se esbaldar, esquecer da dieta e ser feliz!

O atendimento em geral é bom, apenas o pedido demora um pouco a ser servido. No entanto, a espera compensa pois a qualidade é muito boa. As galettes (espécie de crepe feita com trigo sarraceno) são deliciosas, mas os sanduíches (chamados de “croque” no menu) e as sopas são imperdíveis também (uma boa pedida é a sopa de cebola, simplesmente divina!). O brioche parisienne estava um sonho, e as vitrines são de comer com os olhos. De sobremesa, recomendo os profiteroles ou a tarte tatin, pecados!

As fotos falam por si só:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Maiores informações:
Café Daniel Briand – CLN 104, Bloco A, Loja 62 – Asa Norte – Brasília/DF
Tel: (61) 3326-1135
Horário de funcionamento: de 3a a domingo, de 10h às 22h.
www.cafedanielbriand.com \ info@cafedanielbriand.com

Ana Letícia
@analeticia

(Texto e fotos:  Ana Letícia.)

*UPDATE*
Deu no New York Times… um petit déjeuner no Daniel Briand é indispensável!

Dica amiga: compras em sites internacionais

21 dez

Hoje em dia está na moda vender (e comprar) coisas de toda sorte on-line: as pessoas querem mais comodidade e praticidade.

A primeira coisa que se deve saber é que, para comprar em sites internacionais, é preciso ter um cartão de crédito internacional. Mesmo as compras sendo em outra moeda, na sua fatura do cartão vem o valor em reais e a taxa de conversão de câmbio que foi aplicada.

Mas, nem tudo são flores. Comprar em um site internacional pode ser até perigoso. É necessário digitar os dados do cartão de crédito e informações pessoais, tipo endereço completo e CPF. Se o seu computador estiver infectado com um cavalo de tróia, por exemplo, há o risco de ter seus dados pessoais e bancários roubados, e as consequências podem ser nefastas. E sempre se corre o risco de ter a encomenda extraviada e nunca mais receber suas comprinhas. Embalagens podem chegar quebradas, violadas, isso se chegarem.

Tem ainda a tal da ansiedade. É que, em geral, as compras em sites internacionais demoram normalmente entre 10 e 60 dias para serem entregues no Brasil, isso se a Receita Federal não resolver cobrar algum imposto de importação ou taxa aduaneira que seja. Sim, já aconteceu comigo! (Mesmo assim, vale dizer que o produto importado custou mais barato que se eu o comprasse numa loja especializada no Brasil.)

O interessante é que ser taxado ou não pode ser que nem loteria, além de variar muito de um Estado pro outro. Quando eu morava em Belo Horizonte/MG, sempre fazia o cálculo do preço da encomenda somando, por alto, o preço das taxas aduaneiras, pois quase sempre minhas compras eram tributadas.

Já em Brasília, eu nunca fui taxada em compras internacionais, e 99% das encomendas que fiz chegaram em menos de 30 dias. Já teve encomenda que chegou em 10 dias, e com frete gratuito! Somente uma delas demorou 03 meses para chegar. (Mas foi por culpa dos Correios, e isso é assunto pra outro post…)

A questão do tempo de espera pela chegada dos produtos é um assunto delicado. Tem gente que simplesmente tem úlceras estomacais de esperar. Muitas vezes o site não tem culpa nenhuma pela demora, principalmente se os Correios brasileiros estiverem de greve. Isso aconteceu este ano, durante um tempão. Haja Pepsamar

Também nunca tive qualquer problema com meu cartão de crédito, embora tenha ouvido falar de gente que teve o cartão clonado por fazer compras pela internet. Enfim, prefiro SEMPRE utilizar o PayPal, pois além de você não ter que digitar os dados do seu cartão de crédito a cada compra, ele ainda dá uma série de garantias. Além do mais, todo o processo de pagamento e finalização da compra fica mais rápido. A maioria das lojas on-line aceitam o PayPal. (Eu desconfio de quem não aceita.)

E ainda tem o frete! Existem vários tipos e valores, muitos sites até oferecem frete internacional gratuito, sem rastreamento. Acreditem, é sem rastreamento MESMO! Neste caso, tem que ter bom senso. Se eu comprar  um valor alto (acima de 100 dólares), jamais escolherei o frete gratuito sem rastreamento (embora fique bastante tentada). Vale aquela máxima: “por seguro, morreu de velho”!

Sites onde já ataquei de Becky Bloom:
Strawberrynet (vulgo Morangão);
Cherryculture;
Fellunique;
Brigettesboutique;
B&H Photo Video;
Amazon;
e-Bay;
Snapfish;
Cosme-De;
Lime Crime;
Eyeko.

*UPDATE*

Vale lembrar, como foi dito no comentário da leitora Brena, que a maioria das compras abaixo de US$ 50.00 não são taxadas. Isso não é uma garantia, mas sim, uma probabilidade alta de a Receita Federal não se interessar pelo pacote. Sendo assim, é recomendável dividir sua encomenda, mesmo pagando mais de um frete, em compras menores, de valores inferiores ao citado acima.

Ana Letícia.
@analeticia

Ps.: No blog Coisas de Diva tem dicas legais de compras pelo e-Bay aqui e aqui. No blog 2Beauty, há as impressões da Marina sobre compras em diversos sites, tais como Morangão, Brigette’s Boutique, e Cherry Culture.

(Créditos da imagem: www.comofazeronline.com/como-fazer-compras-internacionais)

Novidades, pero no mucho

20 dez

Eis que hoje a @souzaline (www.escritusinfinitus.blogspot.com) me manda um tweet com um link pra nova linha de esmaltes da Impala, todos com acabamento metálico, cromados. Eu já estava sabendo do lançamento pelo Unha Bonita, que falou sobre num post de novembro!

(Créditos da imagem: Unha Bonita)

Coincidência ou não, euzinha, mui serelepe, fui sapear na lojinha de cosméticos perto de casa neste sábado e dei de cara com a referida coleção. Óbvio que saí com um novo de volta pra casa, né? O felizardo foi o “festa!”, prata cromado leeeeendo!

Quanto aos outros esmaltes da linha Impala Festa, não gostei muito. Achei o “Ouro Nobre” meio ralinho, e o “lover” lembrou um pouco o “Pin up”, também da finada linha Impala Gloss, porém um pouco mais vermelho. E o “Quero Tudo” não tinha na loja.

Porém, confesso que gostei muito do “Sua noite”, e na hora fiquei na dúvida entre ele o “festa!”. O “sua noite” é um preto metálico meio chumbo, luxuoso que só! Mas aí na loja achei o “festa!” parecido com o Starlet, da linha antiga “Impala Gloss”, e como pensei que o meu Starlet queridinho tinha se acabado, decidi por ele, deixando o “sua noite” por lá, e vim crente, crente que tinha trazido um substituto pro antigo.

E não é que eu acertei? Quer dizer, mais ou menos. Acertei que o “festa!” é IDÊNTICO ao “Starlet”, mas errei ao pensar que já tinha me desfeito do antigo… Sendo assim, fiz as comparações para ninguém dizer que estou mentindo. Os dois são, mesmo, iguaizinhos, espia só:


(Se clicar em qualquer uma das fotos a galeria abre e elas aumentam de tamanho.)

Bem, então é isso. Teria eu feito melhor se tivesse deixado o “festa!” pra lá e trazido pra casa o “sua noite”, né? No entanto, caso alguma amiga viciada em esmalte se interesse, há grandes chances de se dar bem em breve!

Ana Letícia.
@analeticia

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 330 outros seguidores